Índia

Longo Curso: Moçambique, Quénia, Indonésia, Tailândia e Índia
À semelhança de Vasco da Gama, que subiu o Índico rumo à Índia, a viagem faz-se de descobertas, sempre em busca da aventura mais emocionante, da onda perfeita, do sítio mais romântico do planeta e do exotismo místico.

Índia,
Exótica e extravagante, a Índia foi destino de antigas rotas comerciais, foi joia de casamento, foi terra de impérios e de rajás, berço de brâmanes e divindades. Permanece tão enigmática e serena hoje como ontem e aqui cada um encontra na alma o propósito da sua viagem.
Em cada ponto cardeal, a Índia sossega o espírito mais agitado com vivências únicas de tranquilidade. A norte, os Himalaias imponentes; Varanasi, a cidade sagrada, considerada a mais antiga do mundo; Jodhpur, a cidade azul onde o sol brilha todos os dias; ou Agra, famosa por acolher uma das sete maravilhas do mundo, o Taj Mahal. A este, Darjeeling exibe em socalcos verdes as plantações de chá; a surpreendente Vishnupur com os seus templos esculpidos a minúsculas figuras de terracota. A oeste, Goa e Mumbai e Pune, a cidade dos templos Ashtavinayak. A sul, as águas do rio Sharavati caem abruptamente em Jog, constituindo um magnífico espetáculo de força; o Parque Nacional de Mudumalai, santuário da vida selvagem, nomeadamente do tigre e do elefante asiático; Gokarna e as suas praias em forma de “om”, símbolo hindu.
Mas a busca da serenidade não se faz apenas de forma física. É na arte,  na dança,  na música, na literatura, na gastronomia e nas gentes que melhor se encontra toda a alegria de viver tão típica de quem alcançou a paz. Só na Índia.
A não perder
Um pouco toda a Índia realizam-se inúmeros festivais, como o Festival Internacional das Flores de Sikkim, o Festival do Elefante, em Jaipur, onde elefantes, camelos e cavalos desfilam ricamente adornados de pinturas e de coloridos tecidos bordados. O Holi celebra-se por todo o norte do país e o festival mais exuberante das festividades indianas, numa ode à alegria de viver.
Dançar
Na Índia, a dança é uma expressão de alegria e dança-se em qualquer ocasião: para celebrar a chegada de cada estação, o nascimento de um filho, o casamento. Há várias danças e quase todas são de passos simples mas cheias de vitalidade e paixão. Cada dança tem o seu traje, sempre muito colorido e usado com muitos adornos e joias.